Conselho Geral
Mandato de 2009/2013

Agrupamento Vertical de Escolas Luísa Todi - Setúbal

ESCOLA SEDE - EB 23 de Luísa Todi - e-mail: AVELT@sapo.pt

Presidente do Conselho Geral: Professor Victor Manuel Ramalho Ferreira

07 fevereiro 2008

Tomada de posição do Conselho Pedagógico...

... face ao Processo de Avaliação de Desempenho do Pessoal Docente

Exmo Senhor/ Exmª Senhora
Presidente da Assembleia da República
Presidente da República
Ministra da Educação

O Conselho Pedagógico do Agrupamento Vertical de Escolas Luísa Todi, reunido no dia trinta de Janeiro de 2008, decidiu por unanimidade elaborar uma tomada de posição face ao Processo de Avaliação de Desempenho do Pessoal Docente materializado no Decreto-Lei 2/2008, de 10 Janeiro. Tal decisão fundamenta-se na apreensão e preocupação manifestadas pelos diferentes Departamentos quanto à dificuldade em dar cumprimento aos procedimentos estabelecidos no Decreto-Dei acima referido, nos termos e prazos estabelecidos, nomeadamente no que se refere à elaboração e aprovação dos instrumentos de registo e indicadores de medida a que se referem os artigos 6º (pontos um, dois) e 8º.

A leitura e análise obrigatória de toda a legislação exarada pelo Ministério da Educação está, neste momento, a colidir com a capacidade de reflexão e concepção de respostas reflectidas, consistentes e adequadas dos docentes que se encontram, simultaneamente, a desenvolver a sua actividade mais nobre que é a lectiva.

A materialização de todo o processo de avaliação, nomeadamente a adequação do Projecto Educativo, Plano Anual de Actividades e Regulamento Interno, bem como a construção de instrumentos de registos normalizados de toda a informação considerada relevante para efeitos de avaliação de desempenho docente, exige um tempo que não se coaduna com os prazos superiormente estabelecidos.

Face ao atrás enunciado propomos que um processo tão pertinente como o da avaliação de desempenho do pessoal docente continue a ser coerentemente construído até ao final do ano lectivo e a avaliação seja imediatamente iniciada em 2008/2009.

Declinamos uma eventual leitura, onde subjaza a intenção de atrasar todo o processo, pois somos parte interessada em que o mesmo se alicerce sólida e coerentemente.

Conscientes de que esta proposta possa colidir com os interesses de muitos docentes, no que respeita à sua ascensão na carreira, propomos que os mesmos sejam devidamente acautelados por quem de direito.

Setúbal, 30 de Janeiro de 2008

7 Comentários:

At 8 de fevereiro de 2008 às 00:18, Anonymous Anónimo said...

Muitos parabéns pela tomada de posição assumida, que deixa perceber a existência de um espaço de racionalidade e lucidez - o que infelizmente parece estar em contra ciclo com a maioria dos espaços escolares portugueses, um deserto de massa cinzenta.
Vive-se na sombra tenebrosa de um polvo com uma pulsão totalitária e pseudo-reformadora, donde vêem emanando os maiores disparates de que há memória, facto que decerto não será alheio ao calendário eleitoral do partido que usurpou o poder com base na mentira e no engano dos seus eleitores.

 
At 8 de fevereiro de 2008 às 19:08, Anonymous um das artes said...

Excelente tomada de posição!
Não são únicos, mas raros.
Aqui pela região centro, parecem todos cegamente acríticos e obedientes!(Pena!)

 
At 8 de fevereiro de 2008 às 23:03, Blogger professora à beira de um ataque de nervos... said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 13 de fevereiro de 2008 às 23:45, Anonymous Anónimo said...

Parabéns pela tomada de posição. São estas posições que ainda alimentam a minha capacidade de resistir e de acreditar que os professores não estão completamente desprovidos da massa cinzenta.

 
At 17 de fevereiro de 2008 às 22:25, Anonymous Anónimo said...

parabéns pela coragem tomada! è bom saber que há docentes que ainda não estão toldados pela falta de massa cinzenta...
Há minha volta há de tudo um pouco.

 
At 17 de fevereiro de 2008 às 22:29, Anonymous Anónimo said...

Congratulo-me em dizer que o CP. da minha Escola também tomou uma tomada de posição contra os super disparates emanados do nosso querido ministério.
Como estão a ver não estão sós.


professora que ainda acredita que alguém acredita nela.

 
At 19 de fevereiro de 2008 às 10:28, Anonymous Anónimo said...

Parabéns!!
Gostava muito que o Conselho Pedagógico da minha Escola, Escola Secundária c/3ºCiclo de Amora, tivesse a mesma coragem e clareza de raciocínio, infelismente não é o caso. Mais um CP e CE submisso embora o presidente do CE, quando se refere à ministra a apelide de sinistra...

 

Enviar um comentário

<< Voltar ao princípio